Favelas no mapa

  • Rafael Ruas
  • 19 de outubro, 2015
CompartilharTweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook

O AfroReggae, em parceria com o Google e a J. Walter Thompson, iniciou, nesta segunda-feira (19/10), na sede do Grupo Cultural, no Centro do Rio, mais uma etapa do projeto Tá no Mapa, que vai identificar ruas, vielas e o comércio local nas favelas Pavão-Pavãozinho, Tabajara/Cabritos e Santa Marta, todas na Zona Sul da cidade.

fd
Na oportunidade, os agentes mapeadores, todos moradores das comunidades contempladas, receberam treinamento, além do kit de trabalho incluindo um smartphone, em que serão enviadas todas as informações através do Google Map Maker Mobile Buddy, um aplicativo que será gerenciado, à distância, pela coordenação do projeto.
fd
A previsão é a de que em dois meses, todo levantamento esteja concluído e disponibilizado para validação e inclusão na plataforma online Google Maps, que compartilha estas informações em todo mundo.
df

fg

– A ideia é tirarmos essas favelas da invisibilidade. Através deste trabalho, vamos oferecer não apenas os endereços corretos das ruas, como também horários de funcionamento, telefones, e CEP do comércio local. Estaremos, desta forma, impulsionando diretamente a cidadania e a economia para os moradores das favelas – ressalta Ronan Ramos Jr, coordenador do AfroReggae para esta nova etapa.
df
O Tá no Mapa, que atua desde 2013, já identificou e incluiu no Google Maps, as favelas de Parada de Lucas, Vigário Geral, Rocinha, Caju, Vidigal, Cantagalo, Babilônia e Chapéu Mangueira.
df

Comentar