Quebrando o muro entre a favela e a cidade

  • Eduardo Borzino
  • 20 de julho, 2014
CompartilharTweet about this on TwitterShare on Google+Share on Facebook

Depois de tirar os moradores de Parada de Lucas da invisibilidade digital, a plataforma “Tá No Mapa”, desenvolvida pelo AfroReggae e JWT, se prepara para dar sequência ao trabalho, agora em parceria com o Google. A nova fase vai beneficiar Rocinha, Vidigal e Complexo do Caju.

O mapeamento está sendo feito pelos próprios moradores, são 24, oito de cada comunidade.  No dia 7 de julho, eles foram preparados pelo Google para atuar com sistema de GPS em smartphones e assim criar uma representação digital de ruas e estabelecimentos através da ferramenta colaborativa Map Maker. Dois dias depois, o mapeamento teve início.

Prêmio em Cannes

Em junho deste ano, O “Tá No Mapa” arrebatou dois leões no Festival de Publicidade de Cannes. O projeto, que teve início em Parada de Lucas, utiliza a tecnologia para resgatar a cidadania dos moradores e ao criar uma representação digital, também estimula  a economia local, dando visibilidade a serviços e empreendimentos.

 

Comentar